AVANTE…

Avançando no assunto.

 

Como um futuro repórter não consigo ficar muito longe de palestras ou de determinada movimentação de pessoas cultas. E não foi diferente nesse passeio da Pinacoteca, em meio à exposição do PABLO PALAZUELO me infiltrei no meio de uma aula de Arte Moderna e assimilei muita coisa e o melhor e que gravei em meu MP4 toda a palestra.

 

A aula iniciou–se com uma musica muito legal de MORREIRA DA SILVA, em que destaco abaixo:

 

Moreira da Silva – O Conto do Pintor
Miguel Gustavo

Desembarquei fantasiado de pintor
No aeroporto já encontrei o Ibrahim
Fez um discurso e apresentou-me ao Santos Vales
Que deu de cara um apartamento para mim
 
-Morangueira vai levar um duplex!
-É o seguinte, eu não mereço, não mereço tanto, é.
Muita gentileza de sua parte
 
Fomos direto ao museu de Arte Moderna
A grande obra de Madame Guiomar
Condecorando-me com a Ordem do Barqueiro
Chatobriand quase chegou a me estranhar
 
-Seu embaixador, deixa isso pra lá, vossa excelência que é o admirador
 e o protetor das artes no Brasil, ora!
 
Mas ali mesmo demonstrei o meu talento
Pintei triângulos redondos e um quadrado todo oval
Todos olhavam perturbados e diziam
Esse Moreira é um artista genial
 
Mais que depressa eu vendi noventa quadros
Depois de dar uns dois ou três em benefício
Entrevistado pelo Rubens do Amaral
Eu respondi "ora qual nada é meu ofício"
Pintei vassouras com feitio de espadas
Pintei espadas qual vassouras e retirei-me do local
 
Mas a ilustríssima platéia delirava 
Esse Moreira é um artista genial
Pintei um quadro só por fora das molduras
Eu joguei tinta nas paredes, todo mundo achou legal.
Dei cambalhotas e as madames exclamaram
Esse Moreira é um artista genial
 
Eu que nem pintava nem nos muros da Central
Mais que depressa eu pintei noventa quadros
Depois de dar uns dois ou três em
Benefício...
 
Fui a Brasília dei um quadro ao maioral
Era um triângulo redondo, mas NONÔ achou legal.

      

Voltando, o mor da palestra enfatizava a idéia de arte moderna com arte abstrata e usava um brasileiro como referência o Sr. Elio de Sica, carioca e altamente inventivo e inovador. Deixou como síntese esse Estado de Invenção que fluía naturalmente de suas obras. Elio dizia a todos que ele fazia musica em sua arte plástica, e de modo genial trabalhava com todo tipo de material em seus “Bólide ou em Paramgolés”, usando uma nova maneira de comunicação, deixando às vezes a clara idéia a fusão de arte plástica com literatura.

 

Esse curso e essencial para futuros jornalistas especializados e artistas de diversos ramos das artes plásticas; as palestras são altamente didáticas e de fácil entendimento.  

 

Frase que FOCO…

 

“Todo homem é um artista – Só basta achar a forma certa de se expressar a sua arte”

 

 

JBS ás 14h16min

 

Musica ambiente – Lauryn Hill – To Zion  

Anúncios

1 Comentário

  1. Oi Ju!
    Senti sua falta na escola ontem. O que aconteceu na 3ª feira???
    As meninas me contaram sobre o “pequeno atrito” que tiveram… Gostaria de saber o seu lado da moeda. Meu e-mail é vezinhab@hotmail.com

    Bjks


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s