AVANTE… Hay que amadurecer-se. Pero sin perder la ternura jamás! C.Gue…

“Conta-se que certo escritor uma vez, estava caminhando
numa praia deserta, quando avistou à distância, um homem
recolhendo algo das areias e jogando no mar.

Curioso, aproximou-se para ver do que se tratava.
O homem avistado recolhia estrelas do mar, que as águas
haviam arremessado na areia da praia, e as devolvia ao mar.

O escritor perplexo ao ver aquilo, disse ao homem:
Mas o que você está fazendo? São muitas estrelas…
…e essa praia é enorme!

 
O homem sorrindo, abaixou-se, pegou mais uma estrela e
mostrando-a para o escritor, disse:
Pode ser… mas para essa aqui, eu fiz a diferença – e devolveu
novamente a estrela ao mar.

O escritor passou a noite, pensando no que o homem na
praia, havia lhe dito.
    
No dia seguinte, o escritor acordou bem cedo, e foi sorrindo
pegar estrelas…”.

JBS

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s