AVANTE… Contos Existenciais

 

HISTORIA III

(O Cristo)

 

 

.Em um tremendo desconforto, contorcem-me para refletir olhando o dia pela janela do cubículo que me abrigam toda segunda-feira.

 

          Nossa e incrível como ultimamente não tem tido muitas ausências no departamento onde trabalho.

          Estou ficando assim sem compromisso com os demais afazeres do dia a dia.

 

.Após um minuto de reflexão, me vem outra frase que exclamo:

 

          Vou lhes explicar porque tamanha insatisfação!

 

.Contrataram – me com a idéia genial de um suposto redentor para momentos necessários, vieram com toda aquela formalidade gracejos e adulações.

.Ate que um Imperador que preferiu ficar com a plebe, Solta em voz alta sinceras palavras com ar de satisfação.

  

          Finalmente vamos ter a famosa eficiência.

          Nunca mais vamos ouvir reclamações de clientes indignados.

          Temos em mãos um coringa, a solução para os nossos problemas administrativos e intelectuais.

          Vamos dar um nome para ele! – Exclama o Imperador com sua voz potente.

          No fundo um anão diz:

          Cristo!

          Vamos dar o nome dele de Cristo!

          Todos riem, mas eu que estava contente, fiquei assustado com toda aquela nomeação.

          Pensei… Por que vão me dar um nome se já tenho um?

          E logo de cristo!

 

Simplesmente com esse ato, começa toda a lambança do meu cotidiano.

Logo apôs o comentário começaram a me apresentar o local onde ficaria boa parte da minha vida.

      Começamos a caminhar por um logo campo cheio de especiarias e lugares fantásticos, ate que após alguns    minutos de passeio o Imperador exclama:

 

          Está vendo aquelas arvores cor de ouro!

 

          Sim estou vendo!

 

          Belas não são!

 

          Sim, muito belas!

     

                É, foram roubadas de um canteiro de Constantinopla.

          Esta vendo aquelas aves no canto da muralha!

 

          Claro…

 

          Mandei empalhar para não fugirem.

          Prefiro morto que vivos esses animais.

 

          Por quê?

          A dá muito trabalho e largam suas fezes em qualquer lugar.

          Fico irritado com toda aquela sujeira.

          E claro que também só me servem para enfeite.

  

          Meu senhor, essa muralha é conhecida para mim!

 

 

          A claro que é!

          Essa é uma parte da muralha da china que mandei fechar a empresa toda com ela!

          Incrível não é!

 

          Nossa nunca tinha observado ela de tão perto!

          E um patrimônio da humanidade, como conseguiu essa relíquia em seu quintal.

 

          Subornei um príncipe que era viciado em uma pinga típica da cidade aonde nasci.

          Ai ficou fácil tamanha troca…

          Exportei litros dessa especiaria para ele.

          E o mesmo me mandou por navio a muralha aos poucos.

 

          Meu senhor, como aqui é tudo tão bonito, me parece que a vida vai ser fácil.

 

 

          Tem toda razão, nunca conheceu nem conhecerá um lugar com tantas facilidades para se trabalhar.

 

          Vamos meu filho, temos muito a conhecer ainda.

 

 

          Está vendo aquela estrada de paralelepípedo dourado.

 

          Sim.

 

 

          Então é por lá que vamos caminhar agora!

 

.Logo após termos conhecido todos os encantos dos campos fantásticos do lugar, caminhamos para o mini palácio onde ficava a recepção do lugar.

 

          Esta vendo aquela moça ali?

          Que moça linda!

          E como é!

          Escolhemos essa moça para ficar na recepção da empresa pelo fato dela ter descendência direta com Afrodite, sua beleza é inconfundível não há tamanha beleza aqui nas Américas.

          Todo o local onde ela fica e revestido de prata e pedras preciosas e todo espelhado para que ela nunca se canse de se admirar.

          Também temos sete orientadores que ficam logo ali.

          Ali está vendo!

 

          Eles servem para orientar aonde as pessoas devem ir e como se portar no local de trabalho.

          São altamente instruídos e todos tem descendência direta com o povo Celta, são educados e de uma formosura inacreditável.

          Também temos em todos os lugares, lindas domesticas que trabalham nuas, para poderem atender todas as pessoas que freqüentam esse local.

 

          Aqui fica a parte de pronto atendimento onde temos milhares de pombos correios para entrega imediata de qualquer documento.

          A escolha destes bichos foi feita pelo fato de gerarem um custo baixo e darem bastante lucro pelo fato de sua velocidade e beleza.

          Todos esses pombos têm sangue de gaivotas californianas, voam por horas para alcançar o seu objetivo.

          Ali fica o homem que comanda todos esses animais, ele conviveu com todos os tipos de animais em uma selva na costa da áfrica.

 

          Ele tem o dom de falar com eles e se comunica facilmente com outros animais que encontraremos em outros lugares.

 

 

          Vamos por ali.

 

          Aonde!

 

 

          Ali naquela porta imensa!

 

          Agora entraremos em um local sagrado do primeiro palácio.

          Aqui é onde ficam todos os sonhos dos funcionários deste palácio.

          Temos aqui guardados:

·         Dinheiro.

·         Jóias.

·         Escrituras.

·         Lindas esposas.

·         Filhos saudáveis.

·         Mulheres grávidas.

·         Maridos esforçados.

·         E outros diversos desejos malucos.

 

          Meu filho, esse local tem a finalidade manter a pessoa no local aonde foi determinado para ela, ficando assim preso seu sonho que se encontra materializado, porém de difícil acesso, para que eles nunca se desliguem da atenção que é uma das principais normas da empresa.

 

Quando olhei todos aqueles pertences e pessoas, e quando ouvi a explicação do local fiquei intrigado, nunca tinha ouvido falar em uma política de persuasão tão ativa.

Um local assim seria difícil de deixar, observei tudo e pensei em que sonho trancaria naquele local.

 

Parei e pensei em guardar tudo aquilo que odeio.

Assim, seria mais fácil viver ao olhar para essa maldita porta.

 

De longe Marco Antonio grita.   

 

– Vamos menino o meu tempo é dinheiro.

– Ainda tenho muito tempo a jogar fora longe daqui.

 

Quando aquelas palavras criaram um sentido, comecei a entender o que um dia eu seria.

 

– Meu senhor.

– Fico feliz por tamanha sinceridade amigo.

– As horas são vitais para nós dois!

 

– Ali está onde poderá mostrar seu talento meu caro cidadão.

– Garanto que um dia poderá derrubar alguém!

 

 

A cidade era incrível!

Do local onde observarvamos, ouvíamos o seu balançar exorbitante, incrível e misterioso.

 

Prédios uniformes, casas arquitetadas para ser o que a de mais moderno nessa década.

Ruas largas cheias de passos e mais passos.

Pessoas calmas e amigáveis.

Tudo muito simples e ao mesmo tempo complicado.

Simplesmente inovador…

 

 

Logo após alguns dias de convívio.  

As historias correram ao ar, só pelo fato de serem assopradas por alguém.

Quando pude entender tudo, me senti presente, comecei a assimilar o que me liga longe do foco e começava e me cercar de boas influencias.

 

Eu era tudo e com o tempo pude entender o que me fazia bem.

 

Mas o orgulho de certos seres me deixava envergonhado pelo fato de conviver com toda aquela vaidade e perfeição.

 

O mistério era tudo!

 

Quantas vezes pude entender tudo e fingir que na real nada acontecia.

Os problemas seus, serão sempre seus e nunca poderá revertê-los para alguém.

 

Por estar tudo tão bem, enlouqueci!

 

Hoje estou afastado pelo INSS.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s